Netsaber » Biografias

JOSÉ WILKER

(Ator)
1947-


O nome de José Wilker é José Wilker de Almeida. Ele nasceu em Juazeiro do Norte, no Ceará. Era o dia 20 de agosto de 1947. Artista desde pequeno, começou a trabalhar em Recife, como locutor de rádio. Participou também em teatro no "Movimento de Cultura Popular". O grupo era meio revolucionário. E assim, quando houve a Revolução de 1964, houve perigo e Wilker mudou-se para o Rio de Janeiro. Procurou emprego e, embora bastante jovem, foi fazer seu primeiro filme: "A Falecida", ao lado de Fernanda Montenegro. No Rio, Wilker fez vários filmes e peças de teatro. Foi se tornando um grande ator. Fez: "A China é Azul"; "Os Inconfidentes"; "O Bofe". Entre 1976 e 1985 ele não trabalhou em teatro. Fez alguns filmes importantes. O principal deles, em 1976, foi: "Dona Flor e Seus Maridos", baseado em um romance de Jorge Amado, ao lado de Sônia Braga e Mauro Mendonça Fez ainda: "Xica da Silva"; "Bye Bye Brasil"; "Bonitinha mas Ordinária"; "O Homem de Capa Preta"; "José Wilker estava consagrado. Trabalhou ainda em filmes famosos: Fez: "Dida Demais"; "Dias Melhores Virão"; "Como Deixar um Relógio Emocionado"; "O Pequeno Dicionário Amoroso"; "A Guerra dos Canudos". Além disso ele estudou sociologia no Rio de Janeiro. Em 2000 Wilker fez: "Villas Lobos, Uma Vida de Paixões". Em 2002 fez: "Dead in the Water", estrelado por Henry Thomas. Em 2003 fez: "Maria, Mãe de Deus" e "Redenta" em 2004. Em 2003 Wilker foi eleito presidente do Rio Filmes. Em 2003 Wilker foi eleito presidente do Rio Filmes. José Wilker fez ainda muitos outros filmes. Mas, para o grande público, a importância foi sua atuação em televisão, em novelas e minisséries. Desde 1970. O Esteve na Rede Globo de Televisão e fez: "Anjo Mau"; "Plumas e Paetês"; "Brilhante"; "Final Feliz"; "Transas e Caretas"; "Suave Veneno"; "Roque Santeiro"; "O Salvador da Pátria"; "Bandeira 2"; "O Bofe"; "Ossos do Barão"; "Gabriela"; "Senhora do Destino e várias outras. Alguns desses títulos tiveram sucesso memorável. Ele se tornou um dos maiores nomes de cenário artístico nacional. Em 2006 fez, à perfeição, o papel título de "JK", seriado histórico sobre a vida e obra do ex-presidente do Brasil. José Wilker já em 1970 ganhou o Prêmio Moliere, com ator em "O Arquiteto e o Imperador da Assíria" . Em 2007 ganhou o Prêmio Contigo, por sua criativa performance em "Senhora do Destino". Enfim, José Wilker foi a vida toda considerado um ator extraordinário. Casou-se algumas vezes. Duas vezes foi com Renée de Vielmond, com quem tem um filho, uma vez foi com a Mônica Torres, também com um filho e última vez, no ano 2000, com a bela atriz Guilhermina Guinle, de quem agora está separado. Muito culto e inteligente, a ele também cabe, na Rede Globo de Televisão, a tradução para o português e toda a apresentação, por ocasião da cerimônia do Oscar. José Wilker é considerado um dos gênios em atividade na televisão brasileira. Além de ator, foi produtor e diretor de trabalhos de dramaturgia.

Biografias Relacionadas


- Raul Cortez

- Eva Wilma

- ClÁudio CorrÊa E Castro

- Cecil ThirÉ

- Jorge DÓria