Netsaber » Biografias

Lampião

(Cangaceiro brasileiro)
4-6-1898, Vila Bela (PE)
28-7-1938, Angicos (SE)


"Premero de tudo, querendo Deus, Justiça! Juiz e delegado que não fizer justiça só tem um jeito: passar ele na espingarda! (...) Vem logo as estradas para automóvel e caminhão! (...) O Governo só faz estrada pra botar persiga em cima de mim. Mas eu fazia estrada para o progresso do sertão. Sem estrada não pode ter adiantamento, fica tudo no atraso. (...) Vem depois as escolas e eu obrigava todo mundo a aprender, querendo Deus. (...) Botava, também, muito doutor (médico) para cuidar da saúde do povo. (...) Para completar tudo, auxiliava o pessoal do campo, o agricultor e o criador, para ter as coisas mais barato, querendo Deus." (Frederico Bezerra Maciel, em Lampião, seu Tempo e seu Reinado.) Esta foi a conversa entre Lampião, que pretendia ser governador do sertão, e seu refém Pedro Paulo Magalhães Dias, inspetor da Standar Oil Company, que ficou surpreso com seu conhecimento da situação política da região. Misto de bandido e justiceiro, assassino e herói, Virgolino Ferreira da Silva, nascido na fazenda Ingazeira, no municipio de Vila Bela (atual serra Talhada), em Pernambuco, foi o mais famoso cangaceiro do sertão nordestino, fascinando milhares de pessoas. Habitante da caatinga, grande estrategista militar e ótimo atirador, Lampião foi para o cangaço aos 21 anos, disposto a fazer justiça pessoalmente depois que sua família fora perseguida e seu pai morto por coronéis, em Água Branca, no Estado de Alagoas. Em suas andanças pelos Estados de Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Ceará, Rio Grande do Norte, Bahia e Sergipe, lutou contra as injustiças e o poder dos coronéis latifundiários, mas semeou o terror e implantou o banditismo como profissão. Recusou-se a combater a Coluna Prestes, em 1926, mesmo recebendo do governo a patente de capitão honorário das forças legais, além de armamento e munição. Conheceu Maria Bonita, que abandonou o marido sapateiro para acompanhar Lampião no cangaço. Em 1938, Lampião, Maria Bonita e 11 cangaceiros de seu bando, não mais que 50 pessoas, foram mortos numa emboscada na fazenda Angicos, em Sergipe. Suas cabeças foram decepadas e expostas ao público em uma vila da região.

Biografias Relacionadas


- Agamenon Magalhães

Político, Agamenon Sérgio de Godoy Magalhães nasceu a 05 de novembro de 1894, na cidade de Serra Talhada, sertão de Pernambuco. Filho do bacharel Sérgio Nunes de Magalhães e de Antônia de Godoy Magalhães, ingressou, em 1912,na Faculdade de Direito do...

- Catulo Da Paixão Cearense

Poeta brasileiro nascido em São Luís, Estado do Maranhão, cujas letras exprimiram a ingenuidade e pureza do caboclo, cativando a sensibilidade do povo, pioneiro do Nordeste a ter uma letra sua gravada em disco. Filho do ourives Amâncio José da Paixão...

- Epitácio Da Silva Pessoa

Epitácio Lindolfo da Silva Pessoa nasceu em Umbuzeiro, na Paraíba, em 23 de maio de 1865. Aos 7 anos perdeu os pais, vítimas de varíola. Descendente de grande proprietário rural pernambucano, foi educado pelo tio materno, Henrique Pereira de Lucena, na...

- Cândido José De Araújo Viana, Marquês De Sapucaí

Jurista brasileiro nascido em Congonhas do Sabará, Estado de Minas Gerais, um dos fundadores do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, o qual presidiu por cerca de trinta anos. Filho legítimo do Capitão-Mor Manoel de Araújo da Cunha e de D. Mariana...

- Delmiro Augusto Da Cruz Gouveia

Empresário nacionalista brasileiro nascido na fazenda Boa Vista, município de Ipu, Ceará, pioneiro na introdução de benefícios sociais para os trabalhadores, conhecido como o rei do sertão no Nordeste brasileiro, por sua riqueza, filantropia e coragem...