Netsaber » Biografias

Afonso d’Escragnolle Taunay

(professor, historiador, ensaísta, biógrafo, romancista, tradutor, lexicógrafo, )
1876-1958


Afonso d’Escragnolle Taunay, professor, historiador, ensaísta, biógrafo, romancista, tradutor, lexicógrafo, nasceu em Nossa Senhora do Desterro, hoje Florianópolis, SC, em 11 de julho de 1876, e faleceu, em São Paulo, em 20 de março de 1958. Foi eleito membro da Academia Brasileira de Letras, sucedendo a Luís Murat, fundador da Cadeira n. 1, em 7 de novembro de 1929, recebido em 6 de maio de 1930, pelo acadêmico Roquette-Pinto.
Era filho de Alfredo d’Escragnolle Taunay e Cristina Teixeira Leite Taunay, visconde e viscondessa de Taunay. Cursou a Escola Politécnica do Rio de Janeiro, onde se formou em Engenharia Civil em 1900. Foi professor substituto da Escola Politécnica de São Paulo (1904) e professor catedrático na mesma Escola (1910). Exerceu inúmeros cargos: diretor do Museu Paulista a partir de 1917; diretor dos Museus do Estado de São Paulo desde 1923; encarregado do Governo Federal para reorganizar, em comissão, a Biblioteca e o Arquivo do Ministério das Relações Exteriores (1930); professor na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, da Universidade de São Paulo (1934-1937). Em dezembro de 1945 foi aposentado por decreto especial em que foi distinguido com o título de Servidor Emérito do Estado de São Paulo. Foi membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, do Instituto Histórico de São Paulo, da Academia Paulista de Letras, da Academia Portuguesa de História e sócio correspondente de Institutos Históricos estaduais.
Dedicando-se aos estudos historiográficos, Afonso Taunay especializou-se como o grande mestre do bandeirismo paulista, do período colonial brasileiro e da literatura, da ciência e da arte no Brasil. Foi também um lexicógrafo de reconhecido mérito, especializado sobretudo na terminologia científica. Sua vasta cultura permitiu-lhe preparar reedições comentadas de outros autores.
Obras: Leonor de Ávila, romance brasileiro seiscentista, publicado em 1a edição com o título de "Crônica do tempo dos Filipes"; Ensaios de bibliografia (2a parte: língua estrangeira); Nicolau A. Taunay (documentos sobre sua vida e sua obra); Pedro Taques e seu tempo; A vida gloriosa e trágica de Bartolomeu de Gusmão, biografia; Obras diversas de Bartolomeu de Gusmão; Escritores coloniais (1925). HISTÓRIA: São Paulo nos primeiros anos (1920); História geral das bandeiras paulistas, 7 vols. (1924-1936); História seiscentista da vila de São Paulo, 4 vols. (1926-1929); História do café no Brasil, 11 vols. (1929-1941). LEXICOGRAFIA: Léxico de termos técnicos e científicos; A terminologia científica e os grandes dicionários portugueses, e outras obras

Biografias Relacionadas


- Fernando De Azevedo

Fernando de Azevedo, professor, educador, crítico, ensaísta e sociólogo, nasceu em São Gonçalo do Sapucaí, MG, em 2 de abril de 1894, e faleceu em São Paulo, SP, em 18 de setembro de 1974. Eleito em 10 de agosto de 1967 para a Cadeira n. 14, sucedendo...

- Roberto Cochrane Simonsen

Engenheiro, empresário, historiador e economista brasileiro nascido em Santos, SP, um dos fundadores da Escola Livre de Sociologia e Política de São Paulo (1933), a primeira do país, onde ministrou o curso de história da economia nacional. Estudou como...

- Carneiro Leão

Carneiro Leão (Antônio C. L), educador, professor, administrador e ensaísta, nasceu em Recife, PE, em 2 de julho de 1887, e faleceu no Rio de Janeiro, RJ, em 31 de outubro de 1966. Eleito em 30 de novembro de 1944 para a Cadeira n. 14, sucedendo a Clóvis...

- Aloísio De Castro

Aloísio de Castro, médico, professor, orador, poeta e compositor, nasceu no Rio de Janeiro, RJ, em 14 de junho de 1881, e faleceu, na mesma cidade, em 7 de outubro de 1959. Eleito para a Cadeira n. 5 da Academia Brasileira de Letras, na sucessão de Osvaldo...

- Fernando Magalhães

Fernando Magalhães (F. Augusto Ribeiro M.), médico, professor e orador, nasceu no Rio de Janeiro, RJ, em 18 de fevereiro de 1878, e faleceu na mesma cidade em 10 de janeiro de 1944. Eleito em 22 de julho de 1926 para a Cadeira n. 33, na sucessão de Domício...