BUSCA





Destaques NetSaber:
- Apostilas para Concursos Públicos
- Resumo de O Mundo de Sofia
- Telecurso 2000
- Apostila para Concursos
- Apostilas de Direito
- Apostilas de Contabilidade
- Resumo de O Guarani
- Resumo de Iracema
- Resumo de Dom Quixote
- Apostilas de Inglês
- Resumo de Dom Casmurro
- Apostilas de Informática
- Resumo de A Moreninha
- Apostilas para Vestibular
- Resumo de A Arte da Guerra
- Artigos
- Artigos sobre Fisioterapia
- Livros de Machado de Assis
- Livros de Casimiro de Abreu
- Download de Livros
- Livros de Filosofia
- Livros de Administração
- Livros de Direito
- Livros de Agronomia

Buscar Biografia
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Martin Heidegger
(Filósofo alemão)
26-9-1889, Messkirch
26-5-1976, Messkirch

O ponto de partida do pensamento de Heidegger, principal representante alemão da filosofia existencial, é o problema do sentido do ser. Heidegger aborda a questão tomando como exemplo o ser humano, que se caracteriza precisamente por se interrogar a esse respeito. O homem está especialmente mediado por seu passado: o ser do homem é um "ser que caminha para a morte" e sua relação com o mundo concretiza-se a partir dos conceitos de preocupação, angústia, conhecimento e complexo de culpa. O homem deve tentar "saltar", fugindo de sua condição cotidiana para atingir seu verdadeiro "eu". As bases de sua filosofia existencial foram expostas em 1927, na obra inacabada O Ser e o Tempo (1927), publicada em Marburgo, que o tornou célebre fora dos meios universitários. Oriundo de uma família humilde, Heidegger pôde completar sua formação primária graças a uma bolsa eclesiástica, que lhe permitiu também iniciar estudos de teologia e de filosofia. Profundamente influenciado pelo estudioso de fenomenologia Edmund Husserl, de quem foi assistente após a Primeira Guerra Mundial (até 1923), começou então seus estudos no seio da corrente existencialista. Embora sempre tenha vivido em Friburgo, exceto nos cinco anos em que foi professor em Marburgo (recusou uma proposta para Berlim), cedo se tornou um dos filósofos mais conhecidos e influentes, influência essa que se estendeu mesmo à moderna teologia de Karl Rahner ou Rudolf K. Bultman. Sua disponibilidade para colaborar com o regime nazista, após a tomada de poder por Hitler, em 1933, aceitando o lugar de reitor em substituição a outro vetado pelos nazistas, abalou seu prestígio. Também contribuiu para isso o fato de equiparar o "serviço do saber" na escola superior ao serviço militar e funcional. Em 1946, as autoridades francesas de ocupação retiraram-lhe a docência, que lhe foi restituída em 1951. Outras importantes obras suas são Introdução à Metafísica, 1953, Que Significa Pensar?, 1964, e Fenomenologia e Teologia, 1970. A obra completa de Heidegger foi editada na Alemanha em 70 volumes.




Passei.com.br | Portal da Programação | Tabagismo

PUBLICIDADE


BIOGRAFIAS EM DESTAQUE
- Biografia de Albert Einstein
- Biografia de Gabriel Garcia Marquez
- Biografia de Isaac Newton
- Biografia de Leonardo da Vinci
- Biografia de Pablo Neruda
- Biografia de Simon Bolivar
- Biografia de Jean Piaget
- Biografia de Machado de Assis
- Biografia de Freud
- Biografia de Ruben Dario
- Biografia de Aleijadinho
- Biografia de Augusto dos Anjos