Netsaber » Biografias

Yasser Arafat

(Presidente da Autoridade Palestina a partir de 1994)
1-8-1929, Gaza


Sob o pseudônimo de Abu Ammar, o fundador da Associação Estudantil Palestina e co-fundador da Organização Clandestina Al Fatah (Movimento para a Libertação da Palestina, 1959) tornou-se líder da luta pela independência e foi presidente da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) a partir de 1969. Em 1973 foi reconhecido pelos países árabes como seu único representante legítimo. Apesar dos golpes importantes que sofreu (a expulsão da Jordânia, em 1979; de Beirute, em 1982; de Damasco e Trípoli, em 1983; e do sul do Líbano, em 1988) e de ter sido obrigado a enfrentar graves conflitos surgidos nas suas próprias fileiras devido à moderação da sua linha política, Arafat conseguiu manter a liderança graças à habilidade para estabelecer alianças, fazendo concessões em nome dos objetivos nacionais. No ano de 1989, em resposta ao reconhecimento do direito à existência do Estado de Israel, Arafat foi escolhido como presidente do futuro Estado da Palestina. Algumas das suas decisões, como o apoio a Saddam Hussein na Guerra do Golfo (1990-1991) ou a sua posição favorável aos golpistas contra Mikhail Gorbachev, colocaram-no temporariamente em dificuldades no plano internacional. No entanto, Arafat demonstrou ser um autêntico mestre em sobrevivência política e, em 1993, conseguiu seu maior êxito com a assinatura do tratado de paz com Israel, que previa a concessão de uma autonomia limitada aos territórios de Gaza e Jericó, a retirada do exército israelita desses locais em 1994 e o regresso de Arafat como chefe da Autoridade Nacional Palestina depois de 27 anos de exílio. Em 1994, Arafat, em conjunto com Itzhak Rabin e Shimon Peres, recebeu o Prêmio Nobel da Paz. Depois do assassinato de Rabin (1995) e do subseqüente conservadorismo na política de Israel, impulsionado pelo novo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, e mesmo do governo do primeiro-ministro trabalhista Ehud Barak, os esforços para se encontrar um equilíbrio duradouro entre palestinos e israelenses sofreram um sério retrocesso. Arafat tem estado, desde então, entre dois fogos: por um lado, a lentidão, e mesmo a interrupção, da retirada israelense dos territórios ocupados prevista nos acordos de paz e, por outro, o risco da perda de controle sobre as facções palestinas mais radicais e violentas.

Biografias Relacionadas


- Shimon Peres

Em 1934, emigrou da Polônia para a Palestina. Incentivado por seu mentor político, David Ben Gurion, foi funcionário do Partido Socialista (Mapai), destacou-se como especialista em defesa e contribuiu de forma decisiva para a construção da indústria de...

- Yitzhak Shamir

Seu verdadeiro nome é Yitzhak Jagernicki. Após sua emigração para a Palestina em 1935, Shamir começou a militar em 1937 nas organizações armadas sionistas, primeiro na Irgun Zvai Leumi, e posteriormente na Lechi, sempre contra o domínio britânico da Palestina...

- Ezer Weizman

Sobrinho do primeiro presidente israelita, Chaim Weizmann, Ezer pertence à primeira geração de dirigentes políticos nascidos em Israel. Participou como voluntário na Segunda Guerra Mundial na força aérea britânica, onde recebeu formação como aviador e...

- Menahem Begin

As origens políticas de Begin encontram-se na organização juvenil sionista radical Betar, sediada na Polônia, da qual foi presidente em 1938, ano em que se formou em Direito. Depois da entrada das tropas soviéticas na Polônia, em 1939, foi feito prisioneiro...

- Ariel Sharon

Poucas pessoas no mundo já ouviram falar de Ariel Scheinerman, um político da extrema-direita de Israel. Mas, certamente, todas as pessoas que têm grande poder de decisão no mundo conhecem Ariel Sharon, como é conhecido o primeiro-ministro de Israel....