Netsaber » Biografias

RENATO ARAGÃO

(Humorista , Ator, diretor)
1935-


Renato Aragão nasceu em Sobral, interior do Ceará, em 13 de janeiro de 1935. Eram 7 irmãos. O pai, o poeta Paulo Aragão e a mãe, a professora Dinorá, sempre incentivaram a criatividade dos filhos. Foi assim que Renato, apesar de funcionário do Banco do Nordeste, no período da tarde, de manhã cursava a Faculdade de Direito, que levou até o fim e se formou. Mas o jovem tinha um sonho. E quando foi inaugurada a TV Ceará, pertencente às Emissoras Associadas, foi lançado um curso para formar o primeiro elenco de atores, produtores, redatores. Renato Aragão se inscreveu e foi aprovado. Fez tudo sozinho. Era um esquete, sem falas, que ele criou e interpretou. Nascia ali um mito. Renato já tinha descoberto sua veia humorística, quando serviu o exército. Ele era a “atração” e os colegas pediam sempre que se exibisse. Foi assim que criou o personagem ingênuo e brincalhão, inspirados em seus maiores ídolos: Charles Chaplin e Oscarito. Em 30 de novembro de 1960 lançou seu programa: “Vídeo Alegre” pela TV Ceará, hoje TV Verdes Mares, afiliada da Rede Globo. Sua fama chegou ao Rio de Janeiro e ele passou a fazer o “A – E – I – O – Urca”, na TV TUPI do Rio. Em 1966, ao lado de Ivon Cury, Teddy Boy Marino e Wanderley Cardoso, criou os “Adoráveis Trapalhões”, para a TV Excelsior. A fórmula deu certo. E em 1975, na TV TUPI, foi lançado “Os Trapalhões”, já com os personagens: Didi, Dedé, Mussum e Zacarias. Essa união trouxe frutos imensos, incontáveis. Seus programas sempre deram índices muito altos. Eles se transformaram nos ídolos das crianças, embora fossem admirados também por jovens e adultos. Fizeram muitos filmes e todos de sucesso. Mas a vida foi ingrata e para o profundo sofrimento de Renato Aragão, dois de seus companheiros vieram a falecer. Primeiro foi Zacarias, o mineiro que nasceu em Sete Lagoas, no dia 18 de janeiro de 1934. Depois foi Mussum, que nasceu no Rio de Janeiro, em 7 de abril de 1941. E fazia parte do conjunto musical Os Originais do Samba. Renato Aragão caiu em depressão e custou a se levantar, tal a dor que sentiu. Hoje faz o programa: “A Turma do Didi”, ainda na Rede Globo de Televisão. Ele é também Embaixador da Unicef no Brasil, um verdadeiro representante da alegria simples e genuína das crianças brasileiras. Na década de 90 inteira, o programa “Os Trapalhões” conseguiu 60 pontos de ibope. Foi por essa ocasião também que apareceu no livro dos Recordes, Guinnes Book, como o grupo de humor mais longo da televisão do mundo. O nome que Renato Aragão criou para o seu personagem é: Didi Mocó Sonrisépio Colesterol Novalgino Mufumo, mais conhecido simplesmente por Didi.

Biografias Relacionadas


- DedÉ Santana

O nome de Dedé Santana é Manfried Sant´anna. Ele nasceu em Niterói, no Rio de Janeiro, em 29 de abril de 1936. De família cigana, eles amavam circo. Dedé foi criado nos picadeiros. Aos três meses de vida apareceu no circo. Sua mãe era contorcionista e...

- Mussum

O nome verdadeiro de Mussum era Antônio Carlos Bernardes Gomes. Ele nasceu no Rio de Janeiro, no Morro da Mangueira, em 7 de abril de 1941. Seu apelido foi dado pelo ator Grande Otelo. Em 1969 foi apresentado a Chico Anysio e começou a participar na "Escolinha...

- PÉricles Leal

Péricles Leal nasceu na Paraíba e desde cedo teve contato com a leitura, desenvolvendo a intelectualidade, que se tornou marca de seus trabalhos. Era filho de Simião Leal, jurista, ficcionista, que dedicou toda a sua vida ás letras. Péricles começou em...

- Zacarias

O nome verdadeiro do humorista Zacarias era Mauro Paccio Gonçalves. Ele nasceu em Sete Lagoas, Minas Gerais em 18 de janeiro de 1934. Mudou-se para Belo Horizonte e começou a trabalhar como radiator, na Rádio Inconfidência. Depois transferiu-se para a...

- Norah Fontes

Norah Fontes tem como nome civil Organdina de Souza Cardoso. Nasceu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, em 17 de agosto de 1910. Trabalhou em rádio, como atriz e cantora, e também em teatro. Casou-se com o ator Dario, com quem teve dois filhos: Renato...