BUSCA





Destaques NetSaber:
- Apostilas para Concursos Públicos
- Resumo de O Mundo de Sofia
- Telecurso 2000
- Apostila para Concursos
- Apostilas de Direito
- Apostilas de Contabilidade
- Resumo de O Guarani
- Resumo de Iracema
- Resumo de Dom Quixote
- Apostilas de Inglês
- Resumo de Dom Casmurro
- Apostilas de Informática
- Resumo de A Moreninha
- Apostilas para Vestibular
- Resumo de A Arte da Guerra
- Artigos
- Artigos sobre Fisioterapia
- Livros de Machado de Assis
- Livros de Casimiro de Abreu
- Download de Livros
- Livros de Filosofia
- Livros de Administração
- Livros de Direito
- Livros de Agronomia

Buscar Biografia
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Elisabete Teixeira
(Líder camponesa )
1925 -

Líder camponesa brasileira nascida em Sapé, Estado da Paraíba, fundadora da Liga Camponesa de Sapé (1958), em companhia de seu marido, João Pedro, com o objetivo de envolver os camponeses na luta por seus direitos. As Ligas Camponesas vinham sendo criadas desde meados dos anos 50 com o objetivo de conscientizar e mobilizar o trabalhador rural na defesa da reforma agrária. Durante o governo de João Goulart (1961-1964), o número dessas associações cresceu muito e, junto com elas, também se multiplicavam os sindicatos rurais. João Pedro foi assassinado na cidade de Sapé, interior da Paraíba (1962) por dois policiais disfarçados, a mando de usineiros paraibanos e ela assumiu então a liderança da organização e passou também a sofrer ameaças. A morte de João Pedro sensibilizou os camponeses e a Liga, que tinha cerca de 7400 filiados, passou a ter 30 000, em dois anos. Ela tornou-se um símbolo da resistência dos trabalhadores rurais nos anos 60 no Nordeste do Brasil. Com o golpe militar, entrou na clandestinidade fugindo das forças repressivas do regime militar, trocado o seu nome para Marta, assumindo uma nova identidade, enquanto os demais líderes da luta camponesa eram assassinados (1964) e chegou a ser dada como morta pela repressão política. Reapareceu após a anistia decretada (1981) pelo governo Figueiredo, quando Eduardo Coutinho partiu em busca dos camponeses/atores para atuarem em um filme documentário, o histórico Cabra Marcado para Morrer (1981-1984). Ela reassumiu seu verdadeiro nome, e com ajuda de Coutinho conseguiu localizar seus filhos espalhados dentro e fora do país, estando inclusive um em Cuba. Residindo atualmente em João Pessoa, com uma das filhas e seus 23 netos e netas, a líder camponesa declara que não pode mais ir ao campo por causa da idade, mas que é procurada por camponeses, para quem conta sua trajetória e do marido morto. Além disso, é presença constante em atos públicos, congressos e conferências para as quais é convidada.



Biografias Relacionadas


- Roseli Celeste Nunes Da Silva, A Rose

- Humberto De Alencar Castello Branco

- João Belchior Marques Goulart

- João Baptista De Oliveira Figueiredo

- Paschoal Mazzilli



Passei.com.br | Portal da Programação | Tabagismo

PUBLICIDADE


BIOGRAFIAS EM DESTAQUE
- Biografia de Albert Einstein
- Biografia de Gabriel Garcia Marquez
- Biografia de Isaac Newton
- Biografia de Leonardo da Vinci
- Biografia de Pablo Neruda
- Biografia de Simon Bolivar
- Biografia de Jean Piaget
- Biografia de Machado de Assis
- Biografia de Freud
- Biografia de Ruben Dario
- Biografia de Aleijadinho
- Biografia de Augusto dos Anjos