Netsaber » Biografias

Maria Fernanda Teles de Castro e Quadros Ferro

(Romancista, poeta e conferencista)
1900-1994


Romancista, poeta e conferencista portuguesa, conhecida pelo seu nome de solteira, com vasta e diversificada obra, escreveu poesia, literatura infantil, romance e memórias. Filha de um oficial da Marinha ficou órfã de mãe aos doze anos. Estudou em Portimão, Figueira da Foz e Lisboa, tendo frequentado, nesta cidade, os Liceus D. Maria Pia e Passos Manuel. Começou por escrever livros infantis com sucesso nomeadamente "Mariazinha em África", 1926; "A Princesa dos Sete Castelos" e "As Novas Aventuras de Mariazinha", 1935. Conheceu África que transmitiu com talento nos seus livros. Casada com António Ferro, jornalista e homem forte do regime de Salazar, promoveu a cultura no país e estrangeiro em importantes exposições. Criou e desenvolveu, nos anos trinta, a Associação Nacional dos Parques Infantis, dadas as suas excelentes relações com as mais altas instâncias governamentais. A sua poesia é francamente inspirada e está de novo a ser divulgada. Destacam-se "Asa no Espaço", 1955; "Poesia I e II", 1969, "Urgente", 1989. David Mourão-Ferreira elogia vivamente a sensualidade feminina dessa poesia. Fernanda de Castro recebeu, em 1969 o Prémio Nacional de Poesia e recebera em 1945 o Prémio Ricardo Malheiros pelo romance "Maria da Lua". Escreveu até praticamente ao fim da vida, embora nos últimos anos a doença a retivesse na cama. Foi avó da escritora Rita Ferro. Escreveu “Ao Fim da Memória: Memórias (1906-1986)”, 1986.

Biografias Relacionadas


- Fernando Namora

Licenciado pela Faculdade de Medicina de Coimbra, clinicou em sua terra natal, na Beira Baixa e no Alentejo, e foi assistente no Instituto Português de Oncologia, em Lisboa. Estreou na literatura com o volume de poemas Relevos (1933). Seu terceiro livro...

- Jorge De Sena

Foi demitido da Marinha de Guerra quando era cadete da Escola Naval. Em 1944, concluiu os estudos na Faculdade de Engenharia do Porto. De 1945 a 1959, trabalhou na Junta Autônoma de Estradas, em Lisboa. Mudou-se para o Brasil e, em 1963, adquiriu a cidadania...

- Al Berto

Com seu verdadeiro nome, Alberto Raposo Pidwell Tavares, freqüentou o curso de Pintura da Escola Antônio Arroio e o curso de Formação Artística da Sociedade Nacional de Belas-Artes, em Lisboa. Em 1967 exilou-se em Bruxelas, onde freqüentou a École Nationale...

- Augusto Meyer

Augusto Meyer, jornalista, poeta, ensaísta, memorialista e folclorista, nasceu em Porto Alegre, RS, em 24 de janeiro de 1902, e faleceu no Rio de Janeiro, RJ, em 10 de julho de 1970. Eleito em 12 de maio de 1960 para a Cadeira n. 13, na sucessão de Hélio...

- Camilo De Almeida Pessanha

Em 1891, concluiu o curso de Direito na Universidade de Coimbra. Em 1894, radicou-se em Macau como professor de Filosofia, no liceu local. De grande sensibilidade e de uma apatia que nem as misérias da vida estimulavam, refugiou-se do convívio social...